17 Dezembro 2015

Dicção e Oratória

Avalie este item
(1 Voto)
696 vezes

A atuação fonoaudiológica não visa apenas tratar alterações, mas também aprimorar habilidades comunicativas, tornando o discurso da pessoa ainda mais brilhante, transmitindo desenvoltura, confiança e dinamismo nas situações de exposição oral sob forte tensão e estresse (apresentações de trabalho e palestras, aulas, entrevistas de emprego, entre outras). As atividades terapêuticas nesta área envolvem técnicas para melhorar articulação e fluência da fala, produção da voz, respiração adequada, controle do nervosismo, evitar o “branco” e vícios de linguagem, conquistar ouvintes hostis e indiferentes, falar com desembaraço, responder perguntas com segurança e argumentar sob pressão, projetando uma imagem confiante e sem constrangimento. Qualquer dificuldade nestes aspectos pode ser auxiliada por um fonoaudiólogo que trabalhe com comunicação oral, dicção e oratória.

terapia9

Eduardo Pinheiro

Lorem ipsum adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat.Nulla lacinia; sapien in volutpat mattis.

E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Centro Profissional Atlântico

 

Policlínica Capão

Últimas Notícias

  • Reabilitação labiríntica ou vestibular Conjunto de exercícios e/ou manobras direcionadas que promovem a recuperação do…
  • Qual a diferença clínica entre gripes, resfriados, rinites e rinossinusites? Os sintomas da gripe e do resfriado podem ser semelhantes,…
  • Quando a cirurgia está indicada para a resolução da obstrução nasal? A cirurgia está indicada nos casos em que alterações anatômicas…

Encontre-nos no Facebook